Região Metropolitana terá 12 escolas de Ensino Médio com turno integral




A partir de março, o Rio Grande do Sul vai contar com mais 12 novas escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O RS tem apenas um estabelecimento com esse perfil. O projeto, elaborado em parceria com o Ministério da Educação (MEC), integra o Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, do governo federal, e vai beneficiar 2.163 alunos.

O repasse inicial de R$ 4,3 milhões será destinado para aquisição de equipamentos (laboratórios, material esportivo, adequações dos espaços físicos), formação de professores e projetos pedagógicos. A ação foi anunciada pelo secretário da Educação, Ronald Krummenauer, na segunda-feira (19), durante a abertura do encontro que debate o modelo pedagógico a ser trabalhado pelas escolas selecionadas. O evento segue até quarta-feira (21), em Canela.

“Além de valorizar o conhecimento, é necessário que o aprendizado esteja conectado com o que o futuro do país exige para o seu desenvolvimento. É preciso entender as necessidades dos alunos e oferecer as ferramentas necessárias para a profissão que eles almejam”, destacou o secretário.

Para o coordenador-geral do Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, Wisley João Pereira, a ideia é estabelecer ações conjuntas entre os estados que propiciem novas organizações curriculares para o novo Ensino Médio, compatíveis com as perspectivas da sociedade contemporânea e com os anseios dos jovens. “O Rio Grande do Sul terá muito sucesso na implantação do programa. Precisamos ajudar os adolescentes a concretizarem o seu projeto de vida”, explicou.

Transversalidade

Para a diretora do Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação (Seduc), Sônia Rosa, é necessário construir um projeto pedagógico que integre os conteúdos e trabalhem com temas que privilegiem a criatividade dos estudantes. “Temos que entender o jovem como uma fonte de iniciativa de ações que pode assumir diferentes papeis. Por isso, é essencial que se trabalhe os temas transversais ao currículo. É a partir desse trabalho diversificado que o aluno desenvolve o seu potencial”, afirmou.

Escolas beneficiadas:

Escola Estadual de Ensino Médio Itália (Porto Alegre);

Colégio Estadual Piratini (Porto Alegre);

Colégio Estadual A.J. Renner (Montenegro);

Instituto Estadual de Educação Sapiranga (Sapiranga);

Escola Estadual de Ensino Médio Fernando Ferrari (Campo Bom);

Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza (Caxias do Sul);

Instituto Estadual de Educação Santo Antônio (Santo Antônio da Patrulha);

Escola Estadual de Ensino Médio Farroupilha (Bagé);

Instituto Estadual de Educação Dr. Carlos Chagas (Canoas);

Colégio Estadual José Loureiro da Silva (Esteio);

Escola Estadual de Ensino Médio Senador Salgado Filho (Alvorada);

Escola Estadual de Ensino Médio Setembrina (Viamão).




Informações: Secretaria de Comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.