segunda-feira, 16 julho, 2018

Projeto do viaduto na ERS-040 com ERS-118 está aprovado pela Fepam




A Fundação de Proteção Ambiental (Fepam) autorizou a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) a iniciar as obras de construção do viaduto da ERS-040 com ERS-118, em Viamão. A licença ambiental foi concedida na segunda-feira (23).

Técnicos da EGR passam agora a trabalhar nas solicitações que foram feitas pela Fepam, as chamadas condicionantes ambientais. Ainda será preciso realizar um trabalho burocrático de atualização da documentação do projeto. 

Vencidas estas etapas, os primeiros trabalhos que irão movimentar a região envolvem a implantação do canteiro de obras, a contratação de pessoal e alocação de equipamentos. De acordo com o diretor-presidente da EGR, Nelson Lidio Nunes, a expectativa é começar a trabalhar na construção do desvio do trânsito a partir do dia 15 de maio.   A promessa anterior era iniciar a obra em fevereiro.




A construtora SBS é a responsável pela obra, que foi licitada em 2011. O projeto foi modificado para ficar mais barato. O estudo anterior previa alças de acesso entre as duas rodovias, prazo de execução de um ano e meio e gasto de R$ 33 milhões. O novo eliminou as alças. Pela previsão, a obra deverá custar até R$ 14 milhões e ser realizada em menos de um ano. Os recursos usados sairão da arrecadação da praça de pedágio de Viamão.

Entre outras alterações que o projeto original sofreu está o cancelamento da duplicação de quatro quilômetros da ERS-040, do km 10 ao km 14, do centro de Viamão até as proximidades da Escola Técnica de Agricultura. A melhoria do trecho, que seria feita em 12 interseções, passa a ser prevista em apenas três. Nesse novo projeto, não será mais preciso realizar desapropriações, o que dificultou o início da obra no governo passado.




Informações: GaúchaZH.

Leia também:

Viaduto da ERS-040 com ERS-118, enfim, vai sair do papel