quarta-feira, 20 junho, 2018

Manifestações se espalham pela ERS-040 em prol dos caminhoneiros




Movimento na parada 90 da ERS-040.

O sábado (26) foi marcado por diversos pronunciamentos, decisões judiciais em nível federal e estadual e manifestações populares. O início deste final de semana começou com a divulgação de que havia mais de 300 pontos de mobilizações nas rodovias do Rio Grande do Sul. Ontem (25), depois do anúncio oficial foi relatado que mais de 45% das mobilizações teriam encerrado. No entanto, agora a noite (26), em um novo discuso oficial, se divulgou que 50% dos movimentos teriam se dispersado. Ou seja, de ontem para hoje somente mais de 5% saíram das ruas, mas não desistiram da greve. Na ERS-040, mais de cinco pontos foram constatados durante o dia.

A primeira mobilização na zona rural é no Posto da Figueira, próximo ao Pedágio de Viamão. O local encontra-se a maior concentração de caminhoneiros e produtores rurais. Já no perímetro urbano de Águas Claras, duas mobilizações se revezam: uma na parada 83, na saída da estrada que dá acesso a fábrica da Ambev, e a outra na parada 90, na saída de uma importante via onde se encontra mineradoras, cemitério, bairros e condomínios da região.

Mobilização na parada 110 da ERS-040.

Já na parada 110, uma mobilização se encontra no novo empreendimento da região, o Nosso Posto Aparecida. Neste ponto, os manifestantes são em maioria produtores rurais, mas há caminhoneiros e ex-profissionais da estrada. O acampamento se mostra forte e está sempre em contante comunicação com o Posto da Figueira e outras manifestações locais. Na segunda-feira (28), um ônibus fará o transporte de voluntários para doação de sangue no hemocentro de Porto Alegre.

Capivari do Sul. Foto: Nara Evangelho.

Em Capivari do Sul, o movimento se mostra grande. Neste sábado (26), às 13h, manifestantes foram ao trevo da ERS-040 com a RST-101 para mostrar apoio aos caminhoneiros. Em Águas Claras, às 15h, o movimento percorreu entre as parada 86 e 90, se juntando ao movimento dos caminhoneiros que estão neste local.

O 7º Dia de Greve Nacional dos Caminhoneiros contará com um almoço entre famílias no Porto da Figueira. As decisões judiciais estão em conhecimento dos manifestantes e relatam que estão conversando com os órgãos de defesa, mostrando que a ERS-040 está livre e que o movimento não tem lideranças e nem patrões. No entanto, os caminhoneiros não estão de acordo com o que foi assinado pelo Governo Federal e “representantes” dos caminhoneiros.