quarta-feira, 20 junho, 2018

Homem é preso em Viamão por suspeita de abusar e engravidar menina de 11 anos




Foto: PG Alves/MPRS/Divulgação

Um homem de 21 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (28) em Viamão, por suspeita de abusar e engravidar uma menina de 11 anos. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado pela mãe da criança no dia 11 de maio, após descobrir a gravidez da filha.

A operação foi realizada com apoio do Ministério Público, que informou que a menina relatou à mãe que havia sido estuprada três vezes pelo suspeito. Conforme as autoridades, o homem frequentava a casa da vítima, onde participava de rituais religiosos, e teria se aproveitado desses momentos para praticar o crime.

A menina foi levada pela mãe ao Hospital de Clínicas para ser examinada, e a gestação foi confirmada. A criança foi então encaminhada ao Centro de Referência no Atendimento Infanto-Juvenil (Crai) para acompanhamento e realização de aborto previsto em lei para casos de estupro.

“Segundo a menina relatou, o crime vinha acontecendo desde que ela tinha 10 anos. Quando a gravidez foi descoberta, ela estava com oito semanas, e foi feito o aborto legal”, conta a delegada Adriana Regina da Costa, diretora do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).

A polícia aguarda, ainda, amostras de DNA do feto, que foram recolhidas e serão comparadas ao material genético do suspeito.

“É importante que o adulto se dê conta de que ele não pode abusar de uma criança, não pode haver relação íntima com pessoa menor de 14 anos, não importa se consentida ou não consentida, isso é crime de estupro de vulnerável”, ressalta o promotor da Infância e da Juventude Júlio Almeida.

O inquérito policial já foi instaurado, e o suspeito deve ser indiciado por estupro de vulnerável. Ele não tinha antecedentes criminais, mas foi preso preventivamente e levado ao Deca para prestar depoimento e aguardar por vaga no sistema prisional.

 Autoridades investigam a possibilidade de o suspeito já ter tido um envolvimento com outra menina, de 12 anos.