sábado, 26 maio, 2018

EGR receberá a titularidade da licitação do viaduto na ERS-040 com a ERS-118

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) irá receber do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) a titularidade da licitação que prevê a construção de um viaduto na ERS-040 com ERS-118 em Viamão. Isso deverá ocorrer até o final desta semana. De posse da concorrência pública, que foi realizada em 2011, a EGR irá ingressar na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) com um novo pedido de licença ambiental. 




O projeto de construção do viaduto foi modificado para que a obra fique mais rápida e barata. O estudo anterior previa alças de acesso entre as duas rodovias, prazo de execução de um ano e meio e gasto de R$ 33 milhões. A mudança eliminou as alças, diminui o prazo para um ano e reduziu os custos em até R$ 14 milhões. Os recursos sairão da arrecadação da praça de pedágio de Viamão.

“O projeto é um pouco complexo. Já estamos trabalhando na sua adequação e estudando a logística necessária para a execução dos serviços”, diz o diretor-presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes, que prefere não garantir que as obras começarão em fevereiro, como havia dito há um mês. 

A maior complexidade é a necessidade de criar alternativas para o trânsito durante a realização dos trabalhos. O tráfego deverá ser desviado para avenidas de Viamão. Para que isso ocorra haverá a necessidade de reforço no pavimento de algumas vias. 

Entre outras alterações que o projeto original sofreu está o cancelamento da duplicação de quatro quilômetros da ERS-040, do quilômetro 10 ao 14, do centro de Viamão até as proximidades da Escola Técnica de Agricultura. A melhoria do trecho, que seria feita em 12 interseções, passa a ser prevista em apenas três. Nesse novo projeto, não será mais preciso realizar desapropriações, o que dificultou o início da obra no governo passado. 




Informações: GaúchaZH.