quarta-feira, 20 junho, 2018

Aumenta o número de manifestações nas rodovias do Estado




Joice Santos – Foto do 5º dia de mobilização.

São vários registros de manifestações pelo Estado, segundo um levantamento divulgado nesta manhã, pelo menos, 186 pontos estão com protestos nas rodovias do Rio Grande do Sul. O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) estima que 86 locais há concentração de manifestantes. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que são 148 pontos com manifestações. Na sexta-feira pela manhã, o número apontado eram aproximadamente 50 pontos, mas o movimento ganhou força depois dos pronunciamentos oficiais.

O CRBM registrou a participação de cerca de 4 mil pessoas nos protestos das estradas estaduais. No entanto, nenhuma das rodovias está com bloqueios, mas os manifestantes estão convidando os caminhoneiros a aderirem à paralisação. Só na ERS-040, dois pontos terão apoiadores nas ruas. Os eventos estão marcados para às 13h em Capivari do Sul e às 15h em Águas Claras.

Pelo Estado

*Não há registro de impedimento para a passagem de veículos leves.

Na BR-386 há, pelo menos, quatro pontos com registro de bloqueios, em cidades como Montenegro e Nova Santa Rita. Os protestos também continuam na BR-116, na Serra, em cidades como Vacaria, São Marcos, Pedras Brancas e Caxias do Sul. Ainda há registro de protestos na BR- 285, em Bom Jesus. 

Um levantamento divulgado pela concessionária Ecosul Rodovias apontou que em cinco pontos da BR-392, e em nove locais da BR-116, em cidades como Rio Grande, Pelotas, Canguçu, São Lourenço do Sul e Santana da Vista, os caminhoneiros estão sendo impedidos de circular. A PRF ainda não confirmou a informação e qual medida deverá ser adotada.

Posicionamento da PRF

Na tarde de sexta-feira (25), após uma reunião para definir a estratégia a ser adotada no Rio Grande do Sul, o superintendente da PRF no Estado, João Francisco de Oliveira, afirmou que os órgãos se comprometeram a agir em conjunto para liberar qualquer estrada que estiver bloqueada. Ele informou ainda que caminhões estacionados na via de rodagem e no acostamento das rodovias serão multados, já que não é permitido.