sábado, 25 novembro, 2017

Acidentes continuam: ERG e Prefeitura de Viamão sabem que a ERS-040 é perigosa




Acidente registrado neste final de semana na ERS-040.

A Empresa Gaúcha de Rodovias (ERG) considerou, em abril deste ano, que cerca de 30 km da estrada, na região entre Águas Claras e Capão da Porteira, é o trecho mais violento de todas as rodovias que administra. Na tentativa de discutir soluções para o problema, o deputado Pedro Ruas (PSol) atendeu pedidos feitas pela Oposição de Viamão, formado pelos vereadores de Viamão Guto Lopes (PSol), Rodrigo Pox (PDT), Adão Pretto e Armando Azambuja (ambos do PT).

Foi exposto o aumento no número de acidentes na ERS-040, entre Águas Claras e Capão da Porteira. Guto Lopes iniciou uma luta pela segurança da ERS-040, fazendo várias reuniões com EGR, DAER, Ministério Público e Assembleia Legislativa. O vereador afirmou em redes sociais que a Prefeitura de Viamão se omitiu e não compareceu a nenhum encontro. A EGR chegou a afirmar que estava há 3 anos tentando conversar com o prefeito de Viamão. 

Confira o que o vereador Guto Lopes escreveu “através do Deputado Pedro Ruas, realizamos uma grandiosa Audiência Pública para tratar do tema… Pelo jeito nem EGR, nem Prefeitura estão interessadas em resolver o problema de segurança desta importante via. Está semana vou formalmente denunciar todos os I responsáveis, que deveriam executar o que foi decidido pela Audiência Pública. Estão cometendo crimes por se omitirem de cumprir seu papel”, desabafa Lopes.

Na audiência pública, feita na Assembleia, os convidados contribuíram com soluções. Além da comunidade que mora no local, a EGR, o Daer, o comando da Polícia Rodoviária, a promotora Anelise Stifelmann e o Ministério Público de Contas estiveram neste debate.

Foram definidos seis pontos para solucionar os acidentes:




1. Encaminhar à prefeitura o pedido para um mapeamento das vias laterais, com a drenagem das mesmas;

2. Encaminhar também à prefeitura o pedido para regularização dos acessos à rodovia e às laterais, a partir de entendimento com o Daer e EGR;

3. A sinalização e implantação de rótulas pela EGR;

4. A implantação de lombadas e redutores de velocidade nas imediações das quatro escolas que ficam na região;

5. Criar grupo interessado com o objetivo de planejar a implantação de passarelas, analisando tipos e custo, já que alguns no evento julgaram que são muito caras;

6. Analisar que tipo de mecanismo (balança) para a fiscalização da carga e qual órgão responsável pela implantação.

Conforme o vereador Guto Lopes, os seis pontos já foram encaminhados para a Comissão de Assuntos Municipais de Viamão, mas até o momento nenhum projeto foi apresentado.